Páginas

domingo, 31 de março de 2013

Sexagésima Sexta Carta: Obsessão

"Naquele momento, deixei de existir. Eu não sei porque, mas não existia mais de mim naquele lugar, naquele momento, naquela parte da história. Eles não se preocuparam com isso, nem ela, e daí deixaram a minha memória ser em vão. Porque eu me lembro bem do que houve de ruim, mas o que foi bom passou, porque eles destruíram minha memória, tiveram apenas a deles, afinal o momento era deles. Naquele momento, eu não existia mesmo, porque eu precisava estar lá, fazendo parte, porque passei a depender disso. Obsessivamente."

Cartas Diretas,
obrigado.
Postar um comentário